– Só tome uma decisão dessas depois de muita, mas muita, conversa com webcam, microfone, telefone ou afins.

O post mais visto – e comentado – do Falando Russo é sobre o famoso ‘golpe da loira russa‘, que continua rendendo e-mails, comentários e tudo mais.

Basicamente, um brasileiro carente é abordado pela internet por uma suposta russa (ou bielorrussa ou ucraniana ou de alguma das ex-repúblicas soviéticas), que se mostra charmosa, inteligente, bonita, sedutora, iniciando assim um relacionamento virtual.

Em ambos os casos, o dinheiro, obviamente, some, levando com ele a russa bonita, inteligente e disponível.

Outra variante do golpe é o brasileiro incauto viaja sozinho, sem conhecimento da língua, para uma cidade láááá do interior, sendo ripado de todas as formas possíveis e imagináveis, perdendo uma boa grana e sendo largado à própria sorte.

Apaixonado, o brasileiro manda alguma soma de dinheiro, para ajudar no tratamento médico da mãe (ou pai ou irmão ou afim) da suposta namorada, já que a Rússia é um país difícil, onde há poucas chances e blá-blá-blá…

Ou então manda o dinheiro para a moça vir para o Brasil.Meus conselhos são: – Papo pela internet com cautela – não revele seu endereço, telefone, email, dados pessoais, dados de família, nada afim.E também não saia adicionando qualquer um à sua rede social (Orkut, Facebook…) – Não mande dinheiro para ninguém, jamais – a chance de você perder a grana é muito, muito, muito grande.idtxt=29491&janela=1 e) Nos pedidos de visto e eventualmente em controles migratórios de aeroportos, as condições financeiras do viajante de manter-se em território brasileiro durante o período de estada são, de fato, analisadas.Exemplos de documentos que podem ser exigidos são extratos bancários, faturas de cartão de crédito, contra-cheques e cartas de empregador com informações sobre a função exercida e o salário.Me diga, você saberia dizer para esse alemão, que conheceu uma mulher brasileira pela internet, onde fica Gurupi?